12 de nov de 2012

Preciso de você

Mesmo que os ventos te tragam novamente, eu sei que nunca poderei sentir os teus cabelos encaracolados transpassarem os meus dedos.
Mesmo que tua vida fosse eterna, eu sei que tudo teria acabado naquele momento.
Mesmo que o que eu escrevesse agora não fizesse sentido, no momento certo eu teria novamente a certeza de que tudo acabaria.
Mesmo que sua respiração quente viesse me aquecer nos dias frios eu ainda assim choraria por saber que isso não seria para sempre.
Sinto que sempre existirá um momento em que como o corte de uma edição, nossa vida acabará.
Você se foi, mas eu ainda tenho o meu tempo aqui. É tão difícil continuar sem você.
Eu não sei como pude te encontrar. Não sei como pude te perder.
Minha vontade de te abraçar novamente e sentir meu corpo conectado ao teu, é a mesma que ele necessita de ingerir algo para continuar neste lugar.
Você sempre disse que meus dedos eram os mais delicados, e eu sempre lhe disse que jamais veria um rosto tão lindo como o teu. Tua alegria nostálgica, teu jeito perfeito, teus carinhos, você, era o que eu precisava para viver.

Um comentário: