22 de fev de 2013

Pensamentos...


Me sinto tão sozinho, a beira desse penhasco que é a minha vida, pianos parecem tocar sempre quando me sinto triste.
Anjos, eles me abraçam com suas asas, e eu, eu não sei mais o que dizer, eu só recebo eles em minha vida.
Eu vôo com Poiel sem exitar, vôo com ele sem exitar. Sem sair do chão eu vou tão longe que nem eu mesmo sei.  
Nos vales do tempo eu vôo e vejo, beijo, beijo. Eu sou tão livre pra ser o que quer que eu queira desde que esteja certo. Limites não são problemas quando são errados. O infinito parece ser tão pouco quando fecho os olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário