3 de jan de 2018

Mais um ano novo, tantas coisas deixadas para trás, graças a Deus. Quem sou eu hoje e quem era eu alguns meses atrás? A melhor parte sempre está por vir, mudando e se reinventando, abandonando ideias que antes pareciam ser impossíveis de serem desconstruídas.
2017 foi com certeza o melhor ano da minha vida. Meu Deus, o ano em que tentei resolver o que faltava e tive muito sucesso. Eu tenho um foco de agora em diante de unir algumas coisas em minha vida, aprendi isso nas minhas incansáveis palestras e acho que realmente faz sentido.
Espiritualidade, saúde e dinheiro. Os pilares de um ser humano. Como ser uma pessoa equilibrada sem ter alguma dessas três coisas? Meio complicado. É como um tripé, a ausência de qualquer uma vai te trazer prejuízo uma hora ou outra. A espiritualidade não é algo que se aprende, precisa ser cultivada dia a dia, pondo em prática e aprendendo cada vez mais, expandido a mente. A parte de aprendizagem eu executei muito bem, foram dois anos intensos de aulas, pouca coisa em prática, mas o pouco que pus em prática me fez avançar imensamente, pelo menos para a realidade que vivi.
2017 foi o ano para aprender sobre o que faltava. Saúde e dinheiro. Meu histórico de qualidade de vida sempre foi problemático e constantemente esteve a piorar, chega! Não aguentei mais, no ano passado tive que correr atrás do que estava acabando comigo, literalmente. Eu não fui atrás de médicos para remediar minha situação, fui atras de informação, e achei. Um ano estudando, aprendendo, retirando todo o lixo que me foi implantado acerca de como eu deveria me alimentar, parou a frescura, chegou a consciência (engraçado, com a espiritualidade foi meio assim haha).
A parte do dinheiro foi iniciada, quase que sem perceber, quando eu percebi já estava metido com vendas, de novo e de novo, e as coisas foram melhorando, acho que achei onde devo aplicar essa minha parte de conhecimento financeiro. Bem, é isso, o ano mais esclarecedor possível, ano de vitórias, trocas, renovações, e ainda para completar o ano, um amor. Não estava nos meus planejamentos, mas chegou de uma maneira tão bacana, não resisti. Que 2018 eu possa fortalecer tudo que desenvolvi ate o final de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário